quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Alimentação X Natação


Nós já sabemos que para qualquer prática de exercício físico uma alimentação saudável, balanceada faz toda a diferença nos efeitos, e na natação não é diferente para obtermos bons resultados tanto para o corpo estético quanto para o desempenho como atleta.

Alguns pontos são cruciais para qualquer momento e manutenção do corpo como: Refeições feitas em intervalos de 3 a 4 horas, atenção as grandes refeições que não devem ser substituídas e precisam ser compostas de nutrientes e equilibradas, quanto aos macronutrientes que são os carboidratos, proteínas e lipídeos, ingestão de água recomendada para o dia, evitar alto consumo de frituras, açúcar entre outros.
A natação apresenta alguns pontos que devemos intensificar para com isso termos eficiência em todo o processo.

A quantidade de carboidratos precisa ser melhor ofertada, alguns estudos indicam até 60% da refeição sendo desse macronutriente pois é ele que fornece energia mais eficiente aos músculos, sendo assim, são essenciais para os praticantes da natação. Na ingestão devem estar presentes: pão, cereais, arroz, massa, pão de forma, frutas e vegetais.

Antes do treino indicamos evitar uma hora antes o consumo de gordura e até mesmo proteína, o ideal é comer uma hora antes carboidratos simples como um copo de suco, torradas ou até mesmo uma fatia de doce. Indicamos de 300 a 500 gramas de carboidrato por dia aos praticantes dessa atividade.

A sensação de sede pode ser menos perceptível nos atletas de esportes aquáticos. No entanto, os riscos de desidratação são grandes, se não houver uma reposição hídrica constante. Apesar de muitos atletas só consumirem líquidos quando tem sede, uma dica é deixar sempre uma garrafinha na beira da piscina para aumentar a frequência de consumo. Bebidas esportivas são mais indicadas para a hidratação de um nadador, pois a reidratação acontece de forma mais rápida.


Após o treino o ideal é uma refeição completa onde contenha carboidrato, lipídeo e proteínas para reposição do que foi perdido, lembrando que mesmo após a atividade física nosso organismo continua trabalhando, principalmente músculos. Agora uma dica: um nadador dentro dos 30 minutos do treino precisa ingerir carboidratos, indicamos uma média de 70 gramas, após isso de 2 a 4 horas dali para frente sempre ingerir de carboidrato 75 a 100 gramas. Novamente é bom reforçar que após o treino também há necessidade de reposição de liquido, digamos que 3 copos cheios de água para cada 500gr perdidos, por isso é importante se pesar antes do exercício e após ele. Isso ajudará a repor níveis de energia muscular (glicogênio) antes do próximo evento ou exercício. Caso contrário, poderá levar 24 horas para reabastecer os músculos.

Em casos de competição reforçamos o uso de carboidratos durante a atividade e a reposição de água, o que é muito difícil ao nadador, pois geralmente só toma água quando sente sede. Geralmente por ser um esporte aquático, muitos pensam que não há transpiração excessiva, mas isso é um engano e precisa ser resposto para não prejudicar o desempenho.

A dieta compromete o desempenho aos praticantes de natação. Fazer escolhas sábias na alimentação proporcionam aos músculos o combustível apropriado e permite que você treine mais tempo e em melhores condições.

Fonte: www.nutricionistasdeplantlao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário